Riscos Psicossociais e cognitivos em evidência no E-social

Com a chegada do E-social reforça-se cada vez mais a necessidade de avaliar outros fatores de riscos ergonômicos, que vão além dos fatores comumente avaliados na AET, como Físicos, Biomecânicos e organizacionais.

O e-social também exige um preenchimento detalhado de quais os riscos psicossociais/ cognitivos o trabalhador está exposto.

Os fatores psicossociais do trabalho dizem respeito as percepções e sentimentos sobre a situação de trabalho, incluindo-se a satisfação, percepção de carga, ritmo de trabalho, oportunidades de carreira, estilo do supervisor e ambiente organizacional.

Para realizar a avaliação dos fatores psicossociais relacionados ao trabalho, sugere-se a aplicação de ferramentas e questionários específicos para quantificação destes riscos, e deve ser feita uma tabulação dos resultados encontrados, a fim de informar no e-social.

Para saber mais entre em contato conosco.

VER TODOS OS BLOGS